segunda-feira, janeiro 08, 2007

O amor está no ar

De tudo que tenho ouvido, visto e sentido nos últimos tempos, fico pensando que existem, ou fazemos existir, mais razões para não amar do que para amar.
Por que se só amar é mais fácil?
Por que não amar?
Não amamos porque ele (o objeto do nosso amor) está muito longe ou porque ele está muito perto. Porque não nos demos chances ou nos demos chances demais. Porque ele é muito bom ou porque ele é muito ruim. Porque ele é muito inteligente ou porque é muito burro. Porque ele nos ama demais ou porque nos ama de menos. Porque ele vai ou porque ele vai voltar. Porque tem muita grana ou porque tem pouca grana. Porque ele nos deixa muito soltos ou porque nos prende demais. Porque os outros não deixam ou porque os outros querem. Porque é muito baixo ou porque é muito alto. Porque é muito gordo ou porque é muito magro. Porque nos atrai demais ou porque nos assusta. Porque é muito pra nós ou porque é muito pouco. Porque é muito bonito ou porque é muito feio. Porque brilha demais ou porque é muito apagado. Porque é inatingível ou porque está muito ao alcance de nossas mãos. Porque nos conhece demais ou porque não nos conhece. Porque nos entende demais ou porque não nos entende.
Por que não dá só para amar?
Por que não ser eterno enquanto dure?
Por quê???

Lembrei agora do Caetano:

Às vezes, no silêncio da noite
Eu fico imaginando nós dois
Eu fico ali sonhando acordado,
juntandoo antes, o agora e o depois
por que você me deixa tão solto?
por que você não cola em mim?
Tô me sentindo muito sozinho!
Não sou nem quero ser o seu dono
É que um carinho às vezes cai bem
Eu tenho meus segredos e planos secretos
só abro pra você mais ninguém
por que você me esquece e some?
e se eu me interessar por alguém?
e se ela, de repente, me ganha?
Quando a gente gosta
é claro que a gente cuida
fala que me ama
só que é da boca pra fora
ou você me engana
ou não está madura
onde está você agora?
Quando a gente gosta
é claro que a gente cuida
fala que me ama
só que é da boca pra fora
ou você me engana
ou não está madura
onde está você agora?

10 comentários:

Fabrícia Reginato disse...

é...

Paty disse...

Mô! É por esses e outras que resolvi entrar na onda do "o amor é cego!", caso contrário, ficaria sozinha pro resto da vida! Parei de analisar o que era bom ou ruim, certo ou errado.
E agora? Vivo feliz, porque assim como "ele" tem os seus defeitos e qualidades, eu também tenho! Hoje, deixo as coisas rolarem, apenas tentando aprender a conviver com tudo isso...

~:o*

Priscila disse...

a bibi foi perfeita: é...

Mônica disse...

a unica coisa q ´posso responder: é

Fabrícia Reginato disse...

Peraí que tem um erro na frase da Pri... a frase correta: A Bibi É perfeita!

HAHAHAHA... tadinha dela!

Bjus

Mônica disse...

q coisa!

Rodrigo... disse...

nunca vou entender esse tal de amor... mas continuo tentando...
e provavelmente qdo parar ñ signifique q consegui... "apenas" q encontrei...

Mônica disse...

tomara q encontre. bj

Pri Tescaro disse...

Não sei se estou com a mesma disposição do Rodrigo para continuar tentando... acho que estou abrindo mão. É mais fácil não amar!!!

Beijos da Pri (meio azeda!!!)

Mônica disse...

não pri...a gente não pode desistir, senão o desamor toma conta.e aí ja imaginou o que será desse mundo?