sexta-feira, setembro 19, 2008

Partes e inteiros

Não sou mais inteira.
Uma parte de mim foi embora.
Uma parte de mim pertence a outro alguém.
Meu companheirismo não é mais meu.
Minhas confidências não encontram mais eco.
Outra pessoa ocupa minha parte.
Outra pessoa ocupa meu afeto, meu desejo.
Não tenho mais a metade de mim.
Comigo ficou o sentimento de vazio.
Comigo ficou o sentimento de impotência.
Seguirei agora assim, incompleta.
Seguirei agora assim, só pela metade.
Seguirei assim tão só.
Ou não seguirei. Melhor não seguir.
Melhor ficar aqui pra não me sentir perneta.
Parada essa falta de meu pedaço talvez não seja tão aparente.
Às vezes a gente chega ao fim da estrada, não tem mais sentido se mexer.
E eu cheguei a esse fim.
Nunca mais inteira.
Só pedaços, só migalhas, que não preenchem o vazio.
Minha metade agora pertence a outro alguém.

3 comentários:

Márcio disse...

Hoje quando fui ao banheiro depois do almoço uma parte de mim também foi embora.

Clari Ro. disse...

Tu já viu "As filhas de Marvin"?
Tem uma fala tão bonita da Diane Keaton... Como tu tá?

Mônica disse...

Morango porco esse.


Tô bem Clari. Não vi esse filme não. Vou procurar ver. beijos.