quarta-feira, fevereiro 25, 2009

Saudade

Hoje cheguei em casa do trabalho sentindo saudade. Um saudade imensa de tanta coisa. Um sentimento estranho e avassalador.
Senti saudades de meus amigos. Lembrei de cada um deles (ou tantos quanto me foi possível). Amigos de infância, amigos do colégio, da faculdade, amigos da idade adulta. Amigos da praia, amigos próximos e amigos que estão longe. Amigos com quem eu falo diariamente e aqueles que nunca falo.
Devo ter sentido isso, exatamente hoje no dia em que minhas férias terminaram, porque passei esse mês todo focada em "myself". Fiquei comigo, basicamente comigo. Não viajei, praticamente não saí de casa. Concentrei-me nas minhas coisas, arrumei minha casa, pintei (eu mesma) minhas paredes.
Hoje, tive que sair de dentro de mim. Em paz, tranquila. Descobri que sou, afinal, uma boa companhia.
Mas, sinto falta de companhia, das conversas, dos segredos, dos desabafos, dos chopinhos, das gargalhadas.Enfim, saudades de todos, de todas, de eu com o outro, com outros. Ressurjo assim de meu retiro louca para encontrá-los.

3 comentários:

Daniella disse...

ih, minha filha, saudade é a coisa mais sinto nos últimos tempos. mas, nesse caso, um chopp só não adiantaria. teria que viver uma vida inteira de novo pra matar essa saudade.

e tu, vem logo pra cá.

Pri Tescaro disse...

Tô como a Dani, sentindo saudade de tudo e todos, diariamente. Sentindo saudades de mim também. Mas o Má me disse que eu devo procurar os amigos para matar essa coisa que dói em meu peito. Por isso, vem pra cá para gente resolver essa saudade logo!

Mônica disse...

meninas, eu prometo ir. não sei qdo, mas prometo.